ESPORTES
Share:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail

TUF Brasil 2 – Episodio 1 Completo

TUF Brasil 2 – Episodio 1 Completo

 

 

CLICK AQUI E CURTA NOSSA FÃ PAGE ASSIM VC NÃO PERDE NADA!!!

 

 

 

EPISODIO 6

 

EPISODIO 5


tuf5bom by Xavier Kombat

EPISODIO 4

EPISODIO 3

EPISODIO 2

EPSIODIO 1


 

 

EPISODIO 1
Em 2012, o UFC apresentou aos fãs brasileiros mais um de seus produtos. O “The Ultimate Fighter”, ou simplesmente TUF, teve a primeira temporada disputada por lutadores brasileiros exibida pela TV Globo. Com equipes divididas sob os comandos por Wanderlei Silva e Vitor Belfort, a edição do reality show teve Rony Jason como campeão do peso-pena e Cezar Mutante vencedor no peso-médio, além de ter revelado outros atletas que foram aproveitados pelo UFC. Neste ano, os treinadores escolhidos para estrelar o programa são Rodrigo Minotauro e Fabricio Werdum, que vão se enfrentar na final do TUF Brasil 2, agendado para o dia 8 de junho.

– Nada se compara a ser treinador do TUF Brasil. Vou dar o meu melhor para pode fazer esse campeão – disse Minotauro.
Rodrigo Minotauro Fabricio Werdum TUF Brasil 2 UFC octógono (Foto: Getty Images)Fabricio Werdum e Rodrigo Minotauro falam com os aspirantes ao TUF Brasil 2 (Foto: Getty Images)

Esta edição do programa apresenta algumas diferenças em relação a do ano passado. A principal delas é que desta vez há lutadores disputando o título de apenas uma categoria, o peso-meio-médio (até 77,1kg).

Outra mudança diz respeito ao número de lutadores que vão ficar na casa. São 14, e não 16 como em 1012. Após as oitavas de final, dois dos perdedores serão escolhidos para uma repescagem. Ele vai se juntar aos sete vencedores para completar as quartas de final.

As eliminatórias foram divididas em duas partes: sete lutas foram exibidas neste primeiro programa, e outras sete ficaram para o segundo episódio. A novidade para esses combates ficou por conta da presença de amigos e familiares dos atletas pela segunda vez na história de todos os TUFs – a primeira foi na 17ª edição nos EUA, que está em andamento.

– Essa chance, eu e o Minotauro não tivemos. Tem que agarrar forte e não perder – avisou Fabrício Werdum aos lutadores pouco antes do início dos combates.

THE ULTIMATE FIGHTER BRASIL 2

THE ULTIMATE FIGHTER BRASIL 2

E teve de tudo nas primeiras lutas. Finalizações, nocautes, decisão unânimes, decisões divididas, lutador impedido de continuar por causa de corte na testa, golpe baixo… Confira os primeiros classificados para a casa:

Fabricio Werdum Rafael Cordeiro TUF Brasil 2 UFC (Foto: Getty Images)Fabricio Werdum analisa os lutadores com Rafael
Cordeiro (Foto: Getty Images)

Pedro Iriê (SP) venceu Wande Lopes (MS) por nocaute no round 1

A primeira luta também foi a mais rápida do programa inicial. Pedro Iriê não tomou conhecimento de Wande Lopes e conquistou a vitória por nocaute técnico depois de acertar um gancho de esquerda, um direto de direita e castigar o adversário com socos no ground and pound, obrigando o árbitro a encerrar o confronto.

Márcio Pedra (RJ) venceu Daniel Gelo (RJ) por finalização (mata-leão) no round 1

Márcio Pedra e Daniel Gelo já são velhos conhecidos e já deviam ter lutado há quatro anos, mas o duelo jamais foi realizado até então. Quis o destino que os dois atletas da Baixada Fluminense se encontrassem no TUF. A rivalidade se mostrou presente na tensa encarada após a pesagem e também no octógono, quando Márcio estendeu a mão para cumprimentar Daniel, que deixou o rival esperando o retorno.

Com a luta em andamento, os dois lutadores fizeram uma sequência de troca de golpes equilibrada e depois ficaram disputando a melhor posição próximos à grade. Márcio Pedra começou a acertar fortes ganchos na linha de cintura e logo levou o combate para o solo, No chão, Pedra não demorou muito a chegar às costas de Gelo e finalizar com um mata-leão.

William Patolino (RJ) venceu Roberto Corvo (GO) por nocaute técnico no round 1

William Patolino não quis saber de trocação com Roberto Corvo na terceira luta do programa. O lutador fluminense logo usou um double leg para derrubar o adversário. Patolino então passou a usar o ground and pound, e uma das cotoveladas abriu um corte na testa de Corvo. O árbitro Mário Yamasaki foi obrigado a pedir a entrada no octógono dos médicos, que, para preservar a integridade física do atleta, não o permitiu continuar no combate.

Thiago Marreta (RJ) venceu Gil Freitas (BA) por decisão dividida

Três das sete primeiras lutas terminaram apenas por pontos, e duas delas foram bem difíceis de julgar. Na primeira, Thiago Marreta precisou de três rounds para bater Gil Freitas. Gil começou melhor, tendo superioridade no wrestling e conseguindo derrubar Marreta.

A partir do segundo round, Marreta continuou sendo derrubado, mas menos vezes. O carioca se manteve mais tempo em pé e levou a melhor na trocação, se aproveitando da maior envergadura.

Como cada um venceu um round, foi necessário um terceiro para decidir o campeão. O equilíbrio foi mantido, entretanto Gil Freitas demonstrou mais cansaço. Ainda assim, um dos jurados deu a vitória ao baiano radicado em São Paulo. Marreta foi o vencedor para os dois outros jurados e garantiu vaga na casa.

Neilson Gomes UFC TUF Brasil 2 MMA (Foto: Getty Images)Neilson Gomes se classificou ao  TUF Brasil 2 em
luta parelha com Felipe Olivieri (Foto: Getty Images)

Neílson Gomes (BA) venceu Felipe Olivieri (RJ) venceu por decisão dividida

A segunda luta que foi para o terceiro round envolveu Neílson Gomes e Felipe Olivieri. Ambos proporcionaram um duelo bastante técnico, com um show de quedas, reversões e raspagens. Menos cansado no terceiro período, Neílson conseguiu ficar mais tempo por cima e levou a vitória por decisão dividida dos jurados.

Luis Besouro (RJ) venceu Robson Negão (SP) por decisão unânime

Luis Besouro alcançou a sua vaga na casa do TUF Brasil 2 sem nocautear ou finalizar Robson Negão, mas com um amplo domínio das ações. Mesmo com envergadura menor, o carioca mostrou melhor trocação e com isso acertou os melhores golpes. Para completar, Besouro também derrubou o rival com facilidade e, embora Negão defendesse bem as tentativas de torções, não perdeu as posições de vantagem no solo.

Besouro venceu por decisão unânime dos jurados, e Rodrigo Minotauro gostou do que viu.

– Talvez tenha se mostrado o atleta mais bem preparado da competição.

Tiago Alves (SP) venceu Weguimar Big Big (PB) por finalização (kimura) no round 2

A segunda vitória por finalização do programa saiu no confronto entre Tiago Alves e Weguimar Big Big. O paraibano mostrou um boxe mais afiado e acertou bons golpes no rosto de Tiago, que chegou a andar para trás após um upper. Percebendo que estava levando a pior na trocação, o paulista passou a buscar a luta no chão, onde passou a dominar.

No segundo round, Tiago voltou a levar a luta para o solo. Com a posição de dominância, aplicou alguns socos no ground and pound e conseguiu afrouxar as defesas de Weguimar. Com isso, o paulista atacou o rival com uma kimura, obrigando-o a desistir do duelo.

Comentários

comentários

Share:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail